Voltar

Perita produz macacões de proteção para o Instituto de Criminalística

Para ajudar os colegas de trabalho, a perita Darci Santos Taketomi, de 63 anos, confeccionou dez macacões de proteção, produzidos com TNT, e doou ao Instituto de Criminalística, do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC), nesta quinta-feira (28/05).

A servidora, que atua em perícias de acidentes de trânsito, é formada em Física e é especialista em Segurança Pública. Ela explica que a motivação para fazer os macacões é “o amor pelos colegas e amigos”.

“Comecei a fazer quando fiquei em quarentena, pois pertenço ao grupo de risco. Sou perita do plantão externo, e todos os locais de crime são insalubres. Agora, nessa pandemia, piorou”, disse.

Ela explica que o molde  para realizar a confecção dos macacões foi tirado do protetor da filha, que trabalha na área da saúde. Ela pretende continuar produzindo os materiais para doar.

Darci também já fez doações de, aproximadamente, 20 macacões ao Instituto de Criminalística e a amigos médicos. “Fico com um sentimento de satisfação muito grande em poder ajudar e proteger os meus e outros”.


FOTOS: Divulgação/PMAM

Comentários